Não peço que todos os dias sejam de sol… Ai amor!!!

 

La Tortura

(Alejandro Sanz) Ay payita mía 

Guárdate la poesía

Guárdate la alegría pa’ti

(Shakira) No pido que todos los días sean de sol

No pido que todos los viernes sean de fiesta

Tan poco te pido que vuelvas rogando perdón

Si lloras con los ojos secos

Y hablando de ella

 Ay amor me duele tanto

(Alejandro Sanz) Me duele tanto

(Shakira) Que te fueras sin decir a donde

Ay amor, fue una tortura perderte

(Alejandro Sanz) Yo sé que no he sido un santo

Pero lo puedo arreglar amor

(Shakira) No sólo de pan vive el hombre

Y no de excusas vivo yo

(Alejandro Sanz) Sólo de errores se aprende

Y hoy sé que es tuyo mi corazón

(Shakira) Mejor te guardas todo eso

A otro perro con ese hueso y nos decimos adiós

No puedo pedir que el invierno perdone a un rosal

No puedo pedir a los olmos que entreguen peras

No puedo pedirle lo eterno a un simple mortal

Y andar arrojando a los cerdos miles de perlas

(Alejandro Sanz) Ay amor me duele tanto

Me duele tanto

Que no creas más en mis promesas

(Shakira) Ay amor

(Alejandro Sanz) Es una tortura

(Shakira) Perderte!

(Alejandro Sanz) Yo sé que no he sido un santo

Pero lo puedo arreglar amor

(Shakira) No sólo de pan vive el hombre

Y no de excusas vivo yo

(Alejandro Sanz) Sólo de errores se aprende

Y hoy sé que es tuyo mi corazón

(Shakira) Mejor te guardas todo eso

A otro perro con ese hueso y nos decimos adiós

(Alejandro Sanz) No te bajes, no te bajes

Oye negrita mira, no te rajes

De lunes a viernes tienes mi amor

Déjame el sábado a mi que es mejor

Oye mi negra no me castigues más

Porque allá afuera sin ti no tengo paz

Yo sólo soy un hombre arrepentido

Soy como el ave que vuelve a su nido

(Alejandro Sanz) Yo sé que no he sido un santo

Y es que no estoy hecho de cartón

(Shakira) No sólo de pan vive el hombre

Y no de excusas vivo yo

(Alejandro Sanz) Sólo de errores se aprende

Y hoy se que es tuyo mi corazón

(Shakira) Ay ay ay

Ay ay ay

Ay, todo lo que he hecho por ti

Fue una tortura perderte

Me duele tanto que sea así

Sigue llorando perdón

Yo… yo no voy

A llorar hoy por ti.

Beijo. 💜

“Agora eu te digo de onde venho e do que é feito o meu coração…”

Agora que gemem mais pálidas nossas memórias
Que há neve no televisor
Agora que chove na sala e se apagam
As velas do barco que me iluminou
Agora que canta o tempo chorando seus versos
E o mundo enfim despertou
Agora perdido em um silêncio feroz
Que quer desatar esses nós

Agora enxergamos direito
E podemos nos ver por detrás do rancor
Agora eu te digo de onde venho
E dos caminhos que a paixão tomou
Agora o destino é ermo
E nos encontramos neste furacão
Agora eu te digo de onde venho
E do que é feito o meu coração…

Vengo del aire
Que te secaba a ti la piel, mi amor
Yo soy la calle, donde te lo encontraste a él
No me compares, bajé a la tierra en un pincel por ti
Imperdonable, que yo no me parezco a él
Ni a él, ni a nadie

Ahora que saltan los gatos
Buscando las sobras, maúllas la triste canción
Ahora que tú te has quedao sin palabras
Comparas, comparas, con tanta pasión

Ahora podemos mirarnos
Sin miedo al reflejo en el retrovisor
Ahora te enseño de dónde vengo
Y las heridas que me dejó el amor
Ahora no quiero aspavientos
Tan sólo una charla tranquila entre nos
Si quieres te cuento por qué te quiero
Y si quieres cuento por qué no

Você não sabe
Por onde andei depois de tudo, amor
Eu sou a chave, da porta onde encontraste alguém
Não me compares
Não busque nela o olhar que dei a ti
Imperdoável que eu não seja igual a ela
Então não fale, que alguém te toca como eu toquei
Que se acabe e que tu partas sem saber
E para sempre, ninguém te toca como eu toquei
Que se acabe…
Yo soy tu alma tú eres mi aire!

Que nos separen, si es que pueden
Que nos separen, que lo intenten
Que nos separen, que lo intenten
Yo soy tu alma y tú mi suerte
Que nos separen, si es que pueden
Que nos desclaven, que lo intenten
Que nos separen, que lo intenten
Yo soy tu alma y tú mi suerte

Alejandro Sanz – Não Me Compares (feat. Ivete Sangalo)

 

Beijo. 💜

Enxergue a essência…

10448784_784181138282512_8655952518241541626_n
Reprodução/Internet

“Sábio é aquele que no silêncio observa as coisas e as pessoas, procurando enxergar aquilo que não se explicitou em palavras… Ele percebe a essência da pessoa… Não olhou com os olhos físicos, mas buscou com os olhos do coração.”

Jandira de Moraes

 

Beijo. 💜

“Deixe de ser lagarta e borbolete-se.”

1923919_1673338692953908_6965056922319856847_n

Foto: Reprodução/Internet

Vídeo: Ninna Angel

“As borboletas são flores que se desprenderam da terra…E que as flores são borboletas que a terra apreendeu…”
Seja como for, se as flores marcam a primavera, as borboletas são seu símbolo maior. São quatro fases da mesma vida: ovo, lagarta, crisálida e borboleta.Enquanto ovo, é princípio vivo, puro. Representa a potencialidade do ser, guardada dentro de um invólucro de heranças parentais. É fundamental para desenvolver a solidez das bases estruturais do indivíduo. Mas num determinado momento, torna-se necessário romper com essa capa de proteção, para caminhar sobre as próprias pernas. A lagarta tem o aprendizado da terra, do rastejar, das coisas que se processam lentamente. Simboliza os cuidados com o mundo físico, com os aspectos materiais que compõem a existência cotidiana. Pode ser o lado pesado da vida. A crisálida é o encapsular para gestar. É como se retornasse ao estágio do ovo, mas só que por escolha pessoal. É criar um casulo para si mesmo, como forma de conectar-se com seus sentimentos, sua interioridade e seus próprios desejos.
E, finalmente, as asas libertam a borboleta!
Mas, para se chegar à borboleta, é preciso superar o conforto e a comodidade do “já conhecido” é preciso deixar morrer o velho e partir ao encontro das possibilidades em aberto, sem certezas, sem garantias.
A borboleta é a lição viva de que tudo é passageiro. Assim também somos nós, uns vivem para sempre no ovo, outros jamais passam de lagarta…
E tem gente que vive gestando um sonho, um ideal, mas sem nada realizar. Ainda existem aqueles que, com esforço, se libertam, ganham asas e voam leves. Pousam aqui e ali, no colorido das flores, e só de existir fazem a vida mais bela. Identifique em que fase você está e observe como fazer para processar a sua metamorfose. Viver é cumprir fase por fase. Desapegar-se do antigo e entregar-se ao novo até ser capaz de voar. Desperte e tente uma nova forma. Deixe acontecer em você esse misterioso processo de se abrir para florescer.
Deixe aparecer suas asas, suas melhores cores, seu vôo!”

Autor Desconhecido

Beijo. 💜

 

As sete lições do Bambú!!

22048829
Foto: Reprodução/Internet

 

Depois de uma grande tempestade, o menino que estava passando férias na casa do seu avô, o chamou para a varanda e falou:

_ Vovô corre aqui! Me explica como essa figueira, árvore frondosa e imensa, que precisava de quatro homens para balançar seu tronco se quebrou, caiu com o vento e com a chuva… este bambu é tão fraco e continua de pé?

_ Filho, o bambu permanece em pé porque teve a humildade de se curvar na hora da tempestade. A figueira quis enfrentar o vento. O bambu nos ensina sete coisas. Se você tiver a grandeza e a humildade dele, vai experimentar o triunfo da paz em seu coração.

bambu1
Foto: Reprodução/Internet

_ A primeira verdade que o bambu nos ensina, e a mais importante, é a humildade diante dos problemas, das dificuldades. Eu não me curvo diante do problema e da dificuldade, mas diante daquele, o único, o princípio da paz, aquele que me chama, que é o Senhor.

23973093
Foto: Reprodução/Internet

_ Segunda verdade: o bambu cria raízes profundas. É muito difícil arrancar um bambu, pois o que ele tem para cima ele tem para baixo também. Você precisa aprofundar a cada dia suas raízes em Deus na oração.

348936
Foto: Reprodução/Internet

_ Terceira verdade: Você já viu um pé de bambu sozinho? Apenas quando é novo, mas antes de crescer ele permite que nasçam outros a seu lado (como no cooperativismo). Sabe que vai precisar deles. Eles estão sempre grudados uns nos outros, tanto que de longe parecem com uma árvore. Às vezes tentamos arrancar um bambu lá de dentro, cortamos e não conseguimos. Os animais mais frágeis vivem em bandos, para que desse modo se livrem dos predadores.

bamboo
Foto: Reprodução/Internet

_ A quarta verdade que o bambu nos ensina é não criar galhos. Como tem a meta no alto e vive em moita, comunidade, o bambu não se permite criar galhos. Nós perdemos muito tempo na vida tentando proteger nossos galhos, coisas insignificantes que damos um valor inestimável. Para ganhar, é preciso perder tudo aquilo que nos impede de subirmos suavemente.

images (1)
Foto: Reprodução/Internet

_  A quinta verdade é que o bambu é cheio de “nós” (e não de eus). Como ele é oco, sabe que se crescesse sem nós seria muito fraco. Os nós são os problemas e as dificuldades que superamos. Os nós são as pessoas que nos ajudam aqueles que estão próximos e acabam sendo força nos momentos difíceis. Não devemos pedir a Deus que nos afaste dos problemas e dos sofrimentos. Eles são nossos melhores professores, se soubermos aprender com eles.

CIZE9RYI8NNU
Foto: Reprodução/Internet

_ A sexta verdade é que o bambu é oco, vazio de si mesmo. Enquanto não nos esvaziarmos de tudo aquilo que nos preenche, que rouba nosso tempo, que tira nossa paz, não seremos felizes. Ser oco significa estar pronto para ser cheio de boas virtudes, espiritualidade…

bambu (1)
Foto: Reprodução/Internet

_ Por fim, a sétima lição que o bambu nos dá, ele só cresce para o alto. Ele busca as coisas lá do alto, essa é sua meta. É preciso muita fibra para se chegar as alturas. Devemos sempre olhar para o alto e seguir adiante com nossas experiências. O céu deve ser nosso limite, assim como o bambu.

Na vida precisamos ter metas e evoluir sempre, mesmo que não se perceba o próprio progresso. O bambu cresce mais rápido em torno da estação chuvosa. Às vezes, podemos também ter “estações” onde crescemos mais e outras “estações”, que crescemos menos. No entanto, é importante que o crescimento seja contínuo.

Desejo flexibilidade, paciência, resiliência e muita fibra!!

Vamos refletir!!

Beijo: 💜